Por Esmael Morais

Lewandowski autoriza entrevistas de Lula pela terceira vez

Publicado em 02/10/2018

O ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal autorizou entrevistas de Lula, desta vez ao jornalista Florestan Fernandes Júnior, ao jornal El Pais e à Rede Minas de Televisão. Segundo ele, a liminar de Luiz Fux avalizada pelo presidente da corte, Dias Toffoli, não atinge o pedido de Florestan Fernandes.

LEIA MAIS: Toffoli repete crise do TRF4 e cospe no prato que comeu

O ministro Lewandowski também questiona a legitimidade de Toffoli para cassar sua decisão de autorizar a Folha de S. Paulo.

LEIA MAIS: Toffoli apanha nas redes sociais por dizer que golpe militar de 1964 foi um movimento

Desde sexta (28)  instalou-se a confusão no Supremo Tribunal Federal expondo a grave crise moral e política pela qual o Judiciário vive nesses tempos de obscuridade e lavajatismo.

Inicialmente, o ministro Ricardo Lewandowski autorizou entrevistas com Lula em Curitiba.  Em seguida, o ministro Luiz Fux cassou a autorização e determinou a censura prévia ao ex-presidente. O ministro Lewandowski desautorizou Fux e mandou cumprir a decisão imediatamente. Por fim, chamado a dizer qual liminar vale, Dias Toffoli ficou do lado de Fux e da censura.

Agora Lewandowski demonstra coragem ao insistir na liberdade de imprensa e da informação, combatendo a censura.

Com informações do Brasil 247