Lava jato será investigada pela prisão de Beto Richa, determina corregedoria do MP

Houve abuso do Ministério Público e do judiciário na prisão do ex-governador Beto Richa (PSDB). Isto é fato. Concordar com esta arbitrariedade seria legitimar as demais ações abusivas da lava jato, inclusive contra o ex-presidente Lula mantido preso político há 160 dias.

LEIA TAMBÉM
Saiba quem é o juiz que mandou prender Beto Richa

O abuso do MP e da PF, isto é, da lava jato, que será objeto de investigação da Corregedoria do Ministério Público, não isenta o tucano das investigações dos crimes atribuídos a ele e aos demais presos.

Há suspeitas de que a ação dos membros da lava jato tenha sido ‘política’ e ‘calculada’ para modificar o resultado eleitoral.

LEIA TAMBÉM
Prisão de Beto Richa pode alterar cenário eleitoral no Paraná

O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, determinou hoje (13) a instauração de reclamação disciplinar com membros do Ministério Público do Estado e do Ministério Público Federal.

O Blog do Esmael sempre denunciou os malfeitos de Beto Richa, mas nem por isso concorda com ilegalidades e abusos nas vésperas da eleição. O ex-governador tem o direito de defesa e a julgamento justo — direitos estes negados a Lula, encarcerado politicamente na Polícia Federal de Curitiba.

Comentários encerrados.