Alckmin reconhece que Haddad estará no 2º turno

O presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) reconheceu neste sábado (15) que uma das vagas no 2º turno é de Fernando Haddad (PT), por isso o tucano mirou na testa de Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM
Haddad cresceu 325% em um mês, revela Datafolha

O ex-governador de São Paulo, preferido do capital financeiro e da mídia, tenta se vender como o mais apto para derrotar o candidato de Lula. “O PT nos colocou na crise e Bolsonaro não tem a menor condição de nos tirar dela”, afirmou o candidato do PSDB.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro fora do 2º turno é a nova aposta do mundo político

Ao analisar a pesquisa divulgada ontem (14) pelo Datafolha, Alckmin não se faz de rogado: “eu sou o único que impede o PT e seus adoradores de voltarem ao poder. Venço Haddad por 8 pontos no cenário de segundo turno. E também o Bolsonaro, por 4 pontos. Esse é o caminho certo para evitar o retrocesso.”

LEIA TAMBÉM
Ciro e Meirelles pedem ‘voto útil’ para Haddad

Só falta Geraldo Alckmin combinar com os russos, isto é, com os eleitores brasileiros; entretanto, também é bom Bolsonaro colocar a barba de molho…

Comentários encerrados.