Marielle Franco tem foto pichada com mensagem homofóbica em universidade do Paraná

‘Lésbica foi um mal exemplo’ foi o recado deixado por uma pichação na foto de Marielle Franco, exposta na Biblioteca Central da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

A exposição “As várias formas de genocídio da mulher negra – com homenagem a Marielle Franco” é organizada pelo NEIAB (Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro Brasileiros) da UEM.

A vereadora Marielle Franco (PSOL) e seu motoristas Anderson Gomes foram assassinados há quatro meses, no Rio de Janeiro, em circunstâncias ainda não esclarecidas.

O NEIAB da UEM divulgou a seguinte nota:

Como vocês sabem está acontecendo a exposição na Biblioteca Central Uem “As várias formas de genocídio da mulher negra – com homenagem a Marielle Franco” organizada pelo NEIAB – UEM. Mas infelizmente já começaram os ataques racista. Rabiscando fotos da Marielle com mensagens depreciativas, ou seja, exalando racismo e LGBTfobia. Mas lembra-se que onde a exposição está instalada há câmeras. Tomaremos as devidas providencias.

Comentários encerrados.