Lula manda recado: ‘A extrema pobreza aumentou durante o golpe’

Luiz Inácio Lula da Silva, já em pré-campanha à Presidência da República, mandou recado indignado sobre o aumento da extrema pobreza durante o consórcio golpista (partidos de direita, parte do judiciário e da velha mídia).

LEIA TAMBÉM
TSE reconhece que Lula poderá registrar a candidatura

Segundo Lula, o número de brasileiros na extrema pobreza aumentou e voltou para níveis de 12 anos atrás. “Mais que dobrou depois do melhor resultado de 2014, quando sabotaram o governo eleito e golpearam a democracia”, protestou.

Para o petista, estão desfazendo com velocidade o trabalho de redução da fome e da pobreza que mobilizou milhões de brasileiros para construir uma sociedade melhor. “Eles estão levando o país para um passado triste, destruindo a vida de famílias e o futuro das nossas crianças. Eu não me conformo com isso e juntos vamos lutar para o Brasil voltar a ter um futuro melhor”, lamentou.

Em 2014, ano a que Lula se refere, o país tinha 5,1 milhões de brasileiros na extrema pobreza. Agora, sob Michel Temer, subiu para 11,8 milhões. Um horror, portanto.

Comentários encerrados.