Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Gilmar Mendes pede providências da PGR contra “indústria da delação” da Lava Jato

O ministro Gilmar Mendes denunciou a “indústria da delação” da operação Lava Jato. A fala foi durante o julgamento do Habeas Corpus do ex-ministro Antônio Palocci no Supremos Tribunal Federal. Gilmar se dirigiu à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, e pediu providências. Assista.

Gilmar Mendes discutiu a eficácia do instrumento do Habeas Corpus, que tem sido postergado e sistematicamente negado aos presos “provisórios” da Lava Jato. Em seguida afirmou: “Eu fico pensando, presidente, que tempos esquisitos. Se o que se quer é criar um estado policial..”

Foi então que o ministro citou a substituição do advogado de defesa de Antônio Palocci há quase um ano. Saiu José Roberto Batochio e entrou Adriano Bretas, de Curitiba. A troca seria exigência dos procuradores que atuam na operação Lava Jato em Curitiba.

Em meio às denúncias, Gilmar se dirigiu à Raquel Dodge e falou: “Este é um ponto importante, doutora Raquel, para prestar atenção: para a necessidade de transparência nesse processo”.

O caso já é conhecido e foi denunciado na época pelo advogado que deixou a defesa de Palocci, José Roberto Batochio.

Gilmar Mendes foi além e disse que “a corrupção já entrou na Lava Jato, na Procuradoria”, retomando as polêmicas envolvendo a delação da JBS.

Assista à  fala de Gilmar Mendes: 

Comentários desativados.