Ratinho se dá mal com comentário homofóbico. Defensoria Pública denuncia apresentador

Publicado em 8 janeiro, 2018

A Defensoria Pública de São Paulo fez uma representação contra o apresentador Ratinho, do SBT, que, na semana passada, fez comentário homofóbico nas redes sociais.

Na quarta-feira (3), o titular do Programa do Ratinho postou um vídeo em seu Instagram afirmando que a programação da TV Globo tem “muito veado”.

RELEMBRE ASSISTINDO AO VÍDEO:

A Defensoria diz que o termo foi utilizado pejorativamente e pede que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado aplique multa por discriminação homofóbica.

O apresentador se retratou depois na internet, afirmando que “não quis ofender nenhum gay”, que “fez uma brincadeira” e que “lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim”.

No sábado (7), o presidente do grupo LGTBI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais…), Toni Reis, em carta aberta (leia a íntegra), respondeu ao apresentador Ratinho acerca do comentário homofóbico sobre a quantidade de ‘viados’ na programação da Globo.

“Quem não está com sede não toma água”, lembrou o líder do movimento gay, que ainda parafraseia Jung: “quando Pedro fala de João, sei mais de Pedro que de João”, sapecou o líder do movimento gay.

Comments are closed.