81% dos trabalhadores rejeitam reforma trabalhista, diz Vox/CUT

Publicado em 9 novembro, 2017
Compartilhe agora!

A dois dias de entrar em vigor, 67% acham que as mudanças da reforma trabalhista são boas só para patrões. A revelação é da pesquisa CUT-VOX Populi, realizada entre os dias 27 e 31 de outubro.

A Lei 13.467/2017, que prevê a reforma trabalhista, entrará em vigor neste sábado (11), mas 81% dos brasileiros a desaprovam. Apenas 6% aprovam as mudanças, 5% não aprovam nem desaprovam e 8% não sabem ou não responderam, aponta a sondagem divulgada nesta quinta-feira (9).

Na vida real, longe dos zumbis que habitam o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto, a reforma trabalhista poderá virar letra morta, isto é, tem tudo para não vingar.

Ministros do Tribunal Superior do Trabalho, desembargadores e juízes do Trabalho avisaram que irão “desaplicar” a Lei 13.467 porque ela traz consigo nulidades insanáveis ao ferir de morte direitos fundamentais consagrados na Constituição Federal de 1998. Ou seja, os itens contidos na reforma trabalhistas são flagrantemente inconstitucionais aos olhos dos operadores do direito.

O movimento pela “desobediência civil” acerca das mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT, deverá ter início nesta sexta (10) com manifestações públicas de todas as centrais sindicais do país.

Compartilhe agora!

Comments are closed.