APP-Sindicato dá ultimato a Beto Richa; assista

O governador Beto Richa (PSDB) tem até sexta-feira (10), portanto amanhã, para recuar da “resolução da maldade” sob pena de os educadores aprovarem na assembleia deste sábado (11), em Maringá, greve por tempo indeterminado nas 2,1 mil escolas da rede pública do estado.

Entre as maldades do tucano estão a redução em 50% nos salários dos professores, com a não atribuição de aulas extraordinárias, e a demissão de 10 mil mestres contratados em regime PSS com a diminuição da hora-atividade (sustentada por uma liminar).

A APP-Sindicato deverá batizar a greve com o nome “Valdir Faltinha Rossoni“, em homenagem aos 32% de faltas que ele teve em apenas um ano de mandato na Câmara Federal. (O tucano está licenciado para ocupar o cargo de primeiro-ministro do governo Beto Richa, do PSDB).

Em vídeo gravado após reunião com Rossoni, dirigentes da APP-Sindicato relataram que tiveram um encontro “protocolar” e que o governo Beto Richa não vai retroceder um milímetro nos ataques contra a categoria.

Abaixo, assista ao vídeo:

Comentários encerrados.