Beto Richa em Brasília para tentar “derrubar” Rocha Loures da Itaipu Binacional

rocha_loures_temer_itaipu_lupion_richaO interino Michel Temer (PMDB) já “nomeou” o empresário Rodrigo Rocha Loures (PMDB) para a Itaipu Binacional. Só falta publicar no Diário Oficial da União, mas o governador Beto Richa (PSDB) não se faz de rogado e nesta terça (14), em Brasília, levou um segundo nome para o cargo.

O tucano apresentou o ex-deputado Abelardo Lupion (DEM), o Beco, para cuidar das turbinas da usina na tríplice fronteira cujo orçamento anual é equivalente ao do governo do Paraná (R$ 50 bilhões).

Apesar do esforço hercúleo, Richa não deverá lograr êxito. Rocha Loures, além do apoio do filho Rodriguinho, assistente de gabinete de Temer, tem obteve o apoio de 24 dos trinta deputados da bancada federal.

O governador do PSDB pensava indicar o próprio irmão para a Itaipu, o Pepe Richa, mas foi desaconselhado por amigos e aliados. Também houve veto para seu ex-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), por motivos impublicáveis.

A multiplicidade de pretendentes garante a longevidade para Jorge Samek em Itaipu. Pelo andar da carruagem, o golpe de Estado cairá e ele continuará dando as cartas na empresa.

Comentários encerrados.