Ivana Bentes: #IstoÉMachismo

Professora Ivana Bentes, em seu perfil no Facebook, denunciou neste sábado (2) o caráter a capa da revista IstoÉ, que atacou a presidente Dilma Rousseff com adjetivos machistas e misóginos visando desqualificar uma mulher na Presidência da República; “Um ataque as Mulheres!”, reagiu com indignação a ex-diretora da Escola de Comunicação da UFRJ; segundo ela, estratégia da revista é a mesma utilizada no vazamento contra Lula; “Mas com Dilma Rousseff é ainda pior, mais escandaloso, sexista e intolerável. É um ataque e um texto que ultrapassa qualquer ética jornalística, com aspas sem nenhuma fonte!”, contestou a professora; a seguir, leia a íntegra da carta de Ivana Bentes.

Professora Ivana Bentes, em seu perfil no Facebook, denunciou neste sábado (2) o caráter a capa da revista IstoÉ, que atacou a presidente Dilma Rousseff com adjetivos machistas e misóginos visando desqualificar uma mulher na Presidência da República; “Um ataque as Mulheres!”, reagiu com indignação a ex-diretora da Escola de Comunicação da UFRJ; segundo ela, estratégia da revista é a mesma utilizada no vazamento contra Lula; “Mas com Dilma Rousseff é ainda pior, mais escandaloso, sexista e intolerável. É um ataque e um texto que ultrapassa qualquer ética jornalística, com aspas sem nenhuma fonte!”, contestou a professora; a seguir, leia a íntegra da carta de Ivana Bentes.

Um ataque as Mulheres! É um acinte, um desrespeito e uma violência contra todas as mulheres a capa da Revista IstoÉ com um texto vexaminoso, utilizando todos os estereótipos e adjetivos machistas e misóginos, para desqualificar uma mulher na Presidência do Brasil!

A estratégia da revista é a mesma utilizada no vazamento contra Lula, que expunha sua fala informal em telefonemas privados usados para desclassificá-lo moralmente.

Mas com Dilma Rousseff é ainda pior, mais escandaloso, sexista e intolerável. É um ataque e um texto que ultrapassa qualquer ética jornalistica, com aspas sem nenhuma fonte!

Vendo o impeachment balançar na correlação das forças políticas, com uma reação vigorosa nas ruas do Brasil e na mídia internacional, a revista IstoÉ parte para uma desqualificação psicológica e emocional da Presidenta da República, que teria “perdido o equilíbrio e as condições emocionais para conduzir o país” e é descrita (sem fontes identificadas) como uma desequilibrada, histérica, furiosa e a beira de um ataque de nervos e propensa a atos violentos!

Trata-se de um ataque genérico de um jornalismo covarde (“fontes do Palácio do Planalto”) que usa aspas fantasmas (ninguém é citado!) para demolir sua reputação com base no ódio as mulheres que ocupam espaços de poder e nos clichês que descrevem uma mulher histérica, desequilibrada, destemperada, com “crises nervosas” sendo “medicada” para aplacar seus rompantes e acessos de violência e histeria.

O texto é uma peça de como a mídia passa a usar da pessoalização, de argumentos e análises extra política para demolir a pessoa, o caráter, construindo um personagem de ficção em que a Presidenta é comparada com “Maria, a Louca”, uma “autista” com uma retórica “cretina” e cuja permanência significa uma ameaça de “volta do terror”(!)

Passam de um estereótipo, “a gerentona masculinizada” , para outro: o da mulher acuada e descontrolada que responde a um ataque político não com articulação, atos, ações e discursos, mas como uma mulher histérica e furiosa quebrando móveis!

Os adjetivos utilizados para desqualificar a Presidenta mulher fazem parte de um extenso vocabulário moral, científico, médico e psicanalítico de destituição do feminino como força política, como sujeito social e como modo de ser e existir: mulheres irascíveis, fora de si, vingativas, destemperadas e moralmente e psicologicamente condenáveis! “Elas” seriam incapazes de conduzir a política e estar no comando de um país!

O texto é uma peça para ser analisada pelos professores e estudantes de Comunicação, as feministas, os analistas políticos e simbólicos, e qualquer leitor critico como a derrocada de tudo que entendemos como jornalismo!

O “ódiojornalismo” produzindo peças maniqueistas e dualistas, textos de ficção e novelização do real se volta agora contra as mulheres!

Estamos vendo (é um sentimento cada vez maior) uma mulher honesta e digna, com um passado de luta, sofrer um ataque misógino e moral, sofrer uma injustiça política (impeachment sem crime é golpe!) em um ambiente extremamente hostil, machista e predador e em que uma figura histriônica e corrupta de um homem como Eduardo Cunha se mantém liderando a Câmara dos Deputados comandando (com uma elite e mídia patriarcal) um golpe contra a Democracia no Brasil.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    Alcance Seu Publico Alvo

    Alavanque Suas Vendas

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

  2. Mil vezes uma mulher descontrolada para conduzir o Brasil do que aquela quadrilha que está tentando tomar o posto da Presidenta Dilma.

    • A MIDIA E SEUS CULIADOS GOLPISTAS, E COM UM PLANO BEM ARQUITETADO, ESTA TENTANDO QUEBRAR O BRASIL, INCITANDO O POVO CONTRA O GOVERNO, O QUE ESTA LEVANDO O NOSSO PAIS A UMA SITUACAO MUITO PERIGOSA.

  3. A pessoa da Presidenta Dilma está novamente sofrendo atos de tortura. Penso que a lei maria da penha poderia ser aplicada nessa revista que não serve nem para forrar o canil do meu cachorro em dias de chuva. O que esses criminosos estão fazendo é um absurdo.Não há como punir uma matéria como essa? É uma falta de respeito com ela e com todas as mulheres desse país, inclusive as golpistas.

  4. Até lixo é melhor que está revista.pois lixo se recicla está porcaria de revista nem pra isso serve.não vai ter golpe vai ter luta

  5. Ainda sobre a revista Veja: supondo que tenham sugerido a possibilidade de Lula pedir asilo em algum país, quero fazer o seguinte comentário: Com o currículo que o Lula construiu ao longo de sua vida até chegar à presidência da república, enfrentando fome, seca e tantas outras dificuldades, eu, sinceramente, não acredito que haja a menor possibilidade dele optar pelo asilo. Não existe condição moral e ética dele jogar no lixo tudo que foi construido durante a sua luta. Se conseguirem criar condições para prendê-lo, acredito que ele vai preferir. Jamais fugirá.

  6. Fiquem tranquilos. Essa matéria sinaliza o desespero e a agonia da mídia golpista em seus últimos estertores. Logo morrerá, num esgar, sufocada e envenenada pelas próprias mentiras, pois o povo a fará morder a própria língua asquerosa e venenosa.

  7. Quando não se tem justiça para julgar tais matérias,com boa parte dela MENTIROSA,e mal intencionada fazem o que bem entendem para beneficiar a si mesma,justiça vergonha.

  8. istoÉ E UM LIXO; BASICAMENTE PARTE DE QUEM ADQUIRE ALAS NÃO SÃO MUITO DIFERENTES,ACREDITAM PIAMENTE QUE TUDO QUE ALI ESTA ESCRITO E VERDADE MAS ISSO E UM GRANDE ENGANO,UM DOS SEUS ABJETIVOS E LEVAR A OPINIÃO DE MUITOS COM ELES USAM ISSO PARA GRANDES ARRECADAÇÃO DE DINHEIRO PARA LAVAR OUTRO DINHEIRO SUJO QUE FINANCIA PARTE DO GOLPE.

  9. FORA DO CONTROLE, LOUCA E DESENFREADA, ESTA ESSA MIDIA “”GOLPISTA””; CADA DIA MAIS ANTIPATICA, COM ESSA GANA EM DESQUALIFICAR O GOVERNO. FORA GOLPISTAS!!!

  10. Nesse ritmo a ISTO É UMA MERDA vai logo alcançar a Veja e ser mais podre que ela.

  11. Parabéns, xará! Texto excelente! D/E/T/O/N/O/U essa porcaria de revista, jornalismo de esgoto da IstoÉ. Assino embaixo.

  12. A mídia golpista, a bem da verdade, nunca teve escrúpulos, mas conseguem ultrapassar aquilo considerado um absurdo. E o pior é que, agora, não deixam espaço para comentários. Tentei acessar o site “Terra”, aquele dos espanhois que acham que ainda somos sua colônia, para responder a matéria da manipuladora “Isto é” e não havia como fazê-lo. A mesma coisa no site da revista. É a monocracia da mídia.