PT não é responsável pela crise ética, afirma general do Exército

do Brasil 247

general_villas_boasO comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, afirma que há sim uma crise ética no país, mas que a chegada do PT ao poder não tem responsabilidade nisso. Para ele, a corrupção está instalada no Brasil, mas todas as instituições estão em pleno funcionamento, razão pela qual não há chance de intervenção dos militares.

“O Brasil é um país com instituições sólidas e amadurecidas, que estão cumprindo seus papéis. O Brasil é um país sofisticado, com sistema de pesos e contrapesos, ou seja, não há necessidade de a sociedade ser tutelada. Nosso papel é essencialmente institucional, legal e focado na manutenção da estabilidade para permitir que as instituições cumpram suas funções”, disse Villas Bôas ao Estado (aqui).

As declarações do comandante supremo do Exercito sucedem a demissão do comandante militar do Sul, general quatro estrelas Antonio Hamilton Martins Mourão, transferido para a Secretaria de Economia e Finanças em Brasília, por incitação ao golpe contra o governo \Dilma Rousseff. Para Mourão, o Brasil carecia de um “despertar de uma luta patriótica”. Disse ainda que “a vantagem da mudança (da presidente da República) seria o descarte da incompetência, má gestão e corrupção”.

Villas Boas puniu o subordinado não por falar, segundo ele militar tem sim de falar, mas por imiscuir-se em tema institucional restrito do comandante geral. Um ato de insubordinação, portanto.

Villas Boas vai além e defende com propriedade as instituições democráticas: “Trata-­se de um oficial reconhecido na Força, que tem todo o respeito do comandante. Mas esta questão não pode ser abordada de maneira simplista. Em momento conturbado, não é desejável nada que produza instabilidade ou insegurança. A nossa preocupação é de cooperar para a manutenção da estabilidade para que as instituições possam cumprir seus papéis e caminhar em direção à solução da crise em nome da sociedade. Foi isso que nos moveu, para que nenhum movimento venha gerar insegurança ou instabilidade.”

Na opinião do general, a crise ética da sociedade brasileira é um processo que não se instaura de um momento para o outro e que já vem de algum tempo. “Nem mesmo a autoridade da professora na sala de aula está sendo mais reconhecida. A questão ética se agravou, mas paralelamente as instituições têm cumprido com muito mais eficiência e visibilidade os seus papéis”, avalia.

Ele concorda que a corrupção está instalada no Brasil: “Mas eu diria que este é um estado de coisas que nós vivemos. Durante a Operação Pipa, no Nordeste, 60% dos 6.800 caminhoneiros que trabalham na distribuição de água tentaram algum tipo de fraude. Não se trata de estigmatizar o caminhoneiros. Não é isso. Os caminhoneiros fazem parte da sociedade brasileira.”

Mas compreende que esse não é um problema das Forças Armadas, mas do Supremo Tribunal Federal, do Ministério Público, do Tribunal de Contas da União, da Polícia Federal. “Todas as instituições do Executivo, Legislativo e Judiciário estão funcionando. A gente sente que há uma incerteza. São tantos atores, as variáveis que se movimentam que é difícil dizer qual será o desfecho disso. Mas eu acredito que o desfecho vai ser institucional. Esta situação vai se solucionar sem quebra da normalidade institucional do País.”

Villas Bôas se queixa do corte do orçamento para o Exército, que deixa a corporação sem condições de fazer o trabalho de distribuição de água no Nordeste, a vigilância das fronteiras comprometida e a tecnologia dos equipamentos obsoleta. E se disse preocupado com a declaração do presidente da CUT ao convocar a população a pegar em armas e ocupar trincheiras para defender o mandato da presidente: “Este tipo de manifestação nos preocupa porque se trata de incitamento à violência. Ela não contribui para a estabilidade do País e a normalidade do funcionamento das instituições. Mas é algo que diz respeito à segurança publica diretamente. Então nos preocupa mas, de maneira nenhuma, vai provocar nossa atuação.”

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. DE NORTE AO SUL , DO SUDESTE AO CENTRO OESTE DO PAÍS UNIDOS SEREMOS MAIS FORTE CONTRA A CORRUPÇÃO , APROVEITAMOS A DEMOCRACIA E DEBATEMOS COMO RESOLVER OS NOSSOS PROBLEMAS ; DE SAUDE / EDUCAÇÃO /SEGURANÇA/ EMPREGOS SO BASTA NÓS UNIRMOS IMÃOS .!

  2. Senhor general , com todo respeito mais as instituições que funcionam , não inclui o judiciário nem o parlamentarismo , e neste ponto a democracia e 54560000 de eleitores estão sofrendo danos morais , por falta de cumprimento do principio básico do estado democrático de direito . os eleitores da presidenta já estão sendo lesados , violentados , desrespeitados pelos poderes que comprovadamente roubam o dinheiro destinado a nos , porque ? os pagamentos que eles recebem para nos servir ninguém lhes fralda ! com todo respeito mais o senhor não vez uma avaliação pautada na respeitabilidade devida ao povo , nem distinta á justiça da situação . Não a uma pessoa adulta e de sã consciência que não afirme que todo este processo esdrúxulo e palmeado por corruptos e condenados sem um pingo de senso de dignidade . os mais de 54000000 de eleitores , aguarda na unica instituição que resguarda o respeito e a honradez ! aguardamos que nos preste a segurança de manter nosso principal tesouro : o estado democrático de direito e nossos patrimonios naturáis . obrigado general Eduardo villas bôas !!

  3. O PT pode até não ser o responsável da crise ética
    no País, mas no passado recente, e atualmente, é
    sim o maior operador da crise ética.
    Já tivemos padres melancia no passado.
    Agora temos generais melancia.
    A “Brazuela” se avizinha.

  4. Coxinhas deixe a mulher trabalhar, uma coisa ele tem razão a CRISE ética e moral dos brasileiro, até em sala de aula as crianças estão violentas, espero que no futuro tudo isto tenha válido a pena.

  5. O Exército Brasileiro está fragilizado, não consegue distribuir água no nordeste e as fronteiras estão abertas o Brasil não tem controle de nada, muito menos segurança qualquer um entra e sai deste país. Na verdade nem sei se ainda tem soldados nos quartéis. A muito tempo não vejo um soldado fardado. Então é melhor se calar e deixar que estoure uma guerra civil. Talvez o MST está mais preparado que o Exército Brasileiro. Está tudo bagunçado neste país.

    • Quanta merda hein? talvez seja melhor ficar calado mesmo, acontece que se via muito soldado na rua no passado, isso gerava muito problema nos quarteis com a imagem das forças armadas, por serem jovens e inexperientes, aboliu se o uso da farda de passeio obrigatório para o soldado quando sai dos quarteis, resolveu-se parte de um grande problema de logística e imagem, economia outra coisa que os Brasileiros ficam o tempo todo falando, quer ver soldados???? vá nos quarteis ou peça para o Esmael Morais publicar algumas fotos aqui no blog.

    • Quanta besteira em um comentário só

  6. Pra entender, general bom é o que fala algo de aproveitável pelo PT? Será que a fala do general foi voluntária ou encomendada pelo pessoal do abafa?

  7. Se o Mourao foi exonerado por agir contra a Constituicao Federal esse cidadao tambem deveria. Nenhum militar pode fazer politica seja a favor ou contra.

  8. O mourão erra por duas vezes. A primeira por falar demais e não guardar a devida língua, o que exige a postura de militar, a qual já fiz parte. A segunda por errar o alvo quando fala em “despertar para a luta patriótica”. Ora, mais patriota que a esquerda não tem. O problema de patriotismo “versus” entreguismo desenfreado é exatamente o que se passa no Brasil. Quem entrega o patrimônio público a empresas alienígenas é a direita. Assim o fez com a CSN, com a Vale, com a privataria tucana, com a tentativa de retirar a soberania nacional do Brasil em relação ao Petróleo, atacando a empresa nacional Petrobras de todos os lados, inclusive do lado mais absurdo possível que é do poder judiciário, na pessoa de juiz moro. É esse povo que sacaneia, distorce, prende, arrebenta, sob o manto da justiça, junto com o MP e os Delegados da PF. Tomou o que mereceu, bem atrás do saco. Vai ser general de cadeira e mesinha em Brasília. Aos olhos do Comandante do Exército.

  9. Ainda bem que sempre a Pessoas que se revelam como os verdadeiros PATRIOTAS vestem a CAMISA do Brasil,Parabéns SR.General EDUARDO,e este CARÁTER que falta a MUITOS políticos do BRASIL.

  10. Esse general colocou o Mourão na cerca e deu um tapa na cara de um monte de golpista de uma elite sem vergonha e corrupta.Rezam um pai nosso aqui e dão a alma pro diabo ali e como disse o general todos quando encostados numa parede ou num ambiente de quatro paredes metem a mão,viu sociedade hipocrita,corrupta.Quem não metem a mão é o trabalhador e o miserável por que senão não seria miserável

  11. Chorem, coxinhas sulistas!

  12. São poucos mas, ainda há Brasileiros/as realistas #UNIDOSSOMOSFORTES #JNUNTOSFIZEMOSMUITOJUNTOSFAREMOSMUITOMAIS