Máfia do transporte coletivo faz chantagem pela tarifa a R$ 4; Fruet vai “afrouxar a tanga”, sim ou não?

baixa_fruetO prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), está sendo chantageado pela máfia do transporte coletivo neste fim de ano.

As empresas que operam o sistema de transporte não querem desembolsar o dinheiro para pagar o 13.º salário de seus motoristas e cobradores. Elas preferem gastar a grana nas compras de Miami, nos EUA.

A desalmada máfia ameaça demitir 2 mil trabalhadores nas festas de Natal.

O monopólio da máfia no transporte coletivo quer que o usuário comum pague R$ 4 pela tarifa do ônibus.

A máfia chantageia Fruet para que ele eleve de R$ 3,21 para R$ 3,40 a tarifa técnica, o valor efetivamente cobrado pelas concessionárias.

Há um clamor dos órgãos de fiscalização e controle para que a tarifa baixe, ou seja, na contramão do que propõe a máfia. Análise nas planilhas apontam “gordura” no preço da passagem do ônibus.

Resta saber: Fruet dará uma banana para essa máfia ou “afrouxará o sutiã” para esses gângsteres? Sim ou não?

Comentários encerrados.