Justiça bloqueia R$ 3 milhões de prefeito de Maringá e de secretário de Richa por improbidade administrativa

via portal Bonde

Além do pedido liminar de indisponibilidade dos bens dos envolvidos, até o montante estimado do prejuízo ao erário, de aproximadamente R$ 3 milhões, a ação requer a condenação de Silvio Barros, secretário de Estado do Planejamento, e do prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin, por ato de improbidade administrativa.

Além do pedido liminar de indisponibilidade dos bens dos envolvidos, até o montante estimado do prejuízo ao erário, de aproximadamente R$ 3 milhões, a ação requer a condenação de Silvio Barros, secretário de Estado do Planejamento, e do prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin, por ato de improbidade administrativa.

O Tribunal de Justiça do Paraná determinou liminarmente a indisponibilidade de bens do prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin (PP), do ex-prefeito Silvio Barros (PP) de um secretário e um ex-secretário municipal, um ex-procurador geral e uma empresa de engenharia por prática de atos de improbidade administrativa. Todos são réus em ação civil pública ajuizada pela 20ª Promotoria de Justiça de Maringá.

De acordo com a ação, os réus foram responsáveis pela assinatura de três contratos irregulares com a empresa de engenharia para prestação de serviços de fiscalização de obras. Segundo investigações do Ministério Público, a contratação da empresa apresentou diversas ilegalidades: terceirização de atividade-fim, ausência de situação que exigisse conhecimento técnico especializado, burla ao sistema constitucional de concurso público, ausência de situação de urgência, valores pagos totalmente desproporcionais à remuneração dos servidores com a mesma atribuição (quase 20 vezes o valor da remuneração), não correspondência entre os objetivos do termo referencial da licitação e o conteúdo contratual, dentre outras.

O Ministério Público apurou ainda que a empresa contratada, com sede na capital paulista havia feito doação para a campanha eleitoral do atual prefeito. “Soa absolutamente estranho acreditar que uma empresa sediada em São Paulo-SP, sem vínculos com Maringá que não fossem os contratos mencionados nesta ação, tivesse algum interesse legítimo em doação deste naipe”, argumenta a promotoria na ação.

Além do pedido liminar de indisponibilidade dos bens dos envolvidos, até o montante estimado do prejuízo ao erário, de aproximadamente R$ 3 milhões, a ação requer a condenação dos réus por ato de improbidade administrativa.

 

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    Telegram: PowerEmails

    Whatsapp: 11-9586-31289

  2. Mais um secretario do governo nas manchetes…..Ate quando vamos ter que aguentar tudo isso? SCIARRA, MAURO RICARDO , DINORAH e agora SILVIO BARROS………..Quando sera tomada alguma atitude para a reforma deste secretariado……

  3. O que faz ainda a esposa do primo distante do governador na sercomtel ainda?

    http://www.sercomtel.com.br/portalSercomtel/empresa.diretoriaGov.do

  4. É DIFÍCIL ENCONTRAR ALGUNS SECRETARIO DO GOVERNO DO BETO RICHA OU “ASSESSORES ESTRATÉGICOS” QUE NÃO ESTEJAM ENVOLVIDOS EM ALGUM ESQUEMA DE CORRUPÇÃO, CONDENADO, OU A SER CONDENADO PELA JUSTIÇA, E O BETO É O “ALI BABÁ E OS 400 LADRÕES.

  5. Acredito que todo político, ao se candidatar, deveria abrir mão do seu sigilo bancário. Caso eleito, esse sigilo deveria permanecer quebrado durante o mandato. Não entendo a dificuldade de uma Receita Federal cruzar dados destes políticos e mandar muita gente pra casa. Se pegar a movimentação, o patrimônio, os gastos no cartão, esposa, filhos, etc…sobra pouca gente que consiga explicar de onde vem o dinheiro. Essa gente é blindada? São diferentes dos pobres mortais?

  6. É a justiça do Paraná?não vai um mês e seus bens estarão disponíveis e não vão cassar ninguem e a cidade de Maringá ainda vai eleger o irmão do Leitão vesgo.

  7. Vei do ceu se gritar pega ladrao nao sobra um.Para começar a melhorar o cenario politico brasileiro….tem que começar a M…GENTE.

  8. Quando ouso um nome Maringa vem em mente cidade maravilhosa Sera isso coisa do passado,tambem outro nome BARROS,não me faz ter boas lembranças,mas eles são meninos ficha LIMPA. Justiça PARABENS.

  9. um nome antes corrupção,e agora corrupção.não deve mudar os Corruptos vão continuar a mandar.

  10. Gostaria de saber como fica a cara da dona Dilma ao ver que seu vice-líder na Câmara Federal que quer manter orçamento de 2016 para o Fundo Partidário e tem a cara de pau de avançar sobre 10 milhões de reais do programa Fome Zero! Isto é uma bandalheira de difícil degustação!

  11. Dou um doce para quem colocar o nome da empresa de engenharia paulista que ganhou a concorrência para fiscalizar Maringá.