Por Esmael Morais

Garganta Profunda de Londrina: Rossoni vem aí

Publicado em 19/10/2015

Outro da tropa de choque do camburão também não perdoou o ex-presidente da Casa. Disse que Rossoni age mancomunado com o grupo RPC e Ministério Público, pois, segundo o parlamentar, a Gazeta não teria dado uma linha sequer sobre o processo que corre em segredo de Justiça e o MP esperou ele se elegesse deputado federal para remeter o processo ao STF. Assim, Rossoni mantém foro privilegiado.

O ressentimento dos deputados estaduais com o privilégio de Rossoni com o grupo RPC/Gazeta e Ministério Público é grande. Eles recordam que quando há indícios de alguma irregularidade, mesmo que em segredo de Justiça, os documentos são publicados contra Nelson Justus, Alexandre Curi, dentre outros.

Pelo sim pelo não o Palácio Iguaçu pensa mudar a Casa Civil em novembro. Se Rossoni/RPC/Gazeta terão fôlego para chegar lá é outra coisa. Mas essa disputa é típica de disputa em governo fraco, sem identidade, sem projeto, fim de feira mesmo.