Gleisi Hoffmann: ‘Não há irregularidades nas minhas contas’

gleisi_pt_moroA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em nota de esclarecimento, negou nesta terça-feira (25) relações com supostas irregularidades atribuídas ao advogado Guilherme Gonçalves e ao suposto “Fundo Consist”.

O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, encaminhou hoje pela manhã despacho ao ministro Teori Zavascki, do Superior Tribunal Federal (STF), com suspeitas de lançamentos contábeis do escritório de Gonçalves em favor da parlamentar.

“Conheço Guilherme Gonçalves há muito tempo, desde estudante quando militava no Partido dos Trabalhadores. Depois, atendeu a vários mandatários e ao PT como advogado. Todo trabalho consta na prestação de contas aprovada na Justiça Eleitoral”, disse.

Gleisi também esclareceu que a campanha de 2014, ao governo do Paraná, foi atendida pelo advogado Luiz Fernando Pereira.

O Blog do Esmael soube no início desta tarde que Guilherme Gonçalves, com serenidade, afirmou a petistas que provará sua inocência no decorrer do processo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

“Conheço Guilherme Gonçalves há muito tempo, desde estudante quando militava no Partido dos Trabalhadores. Depois, atendeu a vários mandatários e ao PT como advogado. Em 2008 e 2010 foi advogado das minhas campanhas eleitorais.

Em 2014 atuou como advogado das candidaturas proporcionais da coligação pela qual fui candidata. A minha campanha foi atendida pelo Dr. Luiz Fernando Pereira.

Todo o trabalho do Dr. Guilherme Gonçalves consta nas minhas prestações de contas, aprovadas pela Justiça Eleitoral.

Em relação a 2014 ainda existe débito com seu escritório, o que está a cargo do Partido dos Trabalhadores.

Desconheço as relações contratuais que o Dr. Guilherme Gonçalves mantém com outros clientes, assim como desconheço qualquer doação ou repasse de recursos da empresa Consist a minha campanha”.

Brasília, 25 de agosto de 2015

Senadora Gleisi Hoffmann

Comentários encerrados.