Globo aponta deputado João Arruda como ministeriável do PMDB

arruda_globo.jpgO jornalista Ilimar Franco, colunista de O Globo, retrata que há uma guerra surda nos bastidores do PMDB pelo ministério de Dilma.

As velhas raposas do partido, lideradas pelo presidente da Câmara, Henrique Alves, não reeleito, luta para entrar na “cota” ministerial da Casa.

Pesa contra o veterano o apoio dado a Aécio Neves (PSDB) na disputa que perdeu pelo governo do Rio Grande do Norte.

Por outro lado, os deputados reeleitos querem um deles no time de Dilma. Dentre os mais lembrados estão o paranaense João Arruda, sobrinho do senador Roberto Requião.

O Blog do Esmael já anotou em duas oportunidades, há 45 dias, esse movimento que pôs Arruda no radar de Dilma. A primeira com o lobby da Abrabar (Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas) pela indicação. A segunda, pela combinação de resultados que favorece o jovem parlamentar (clique aqui).

Por conta desse imbróglio peemedebista, a presidenta teve de adiar da última sexta-feira o anúncio dos novos ministros ligados ao partido para esta semana.

A seguir, a nota publicada n’O Globo:

Ministeriáveis
O burburinho na bancada do PMDB da Câmara pela nomeação de um deputado com mandato tem como principais artífices José Priante (PA), primo do senador Jader Barbalho, e João Arruda (PR), sobrinho do senador Roberto Requião.

Comentários encerrados.