Requião: ‘Banqueiro na Fazenda é colocar cabrito cuidando da horta’

requiao_dilma_delfim.jpgO senador Roberto Requião (PMDB-PR) disse nesta quarta-feira (19) que um banqueiro — ou homem de mercado — no Ministério da Fazenda “é a mesma coisa que colocar um cabrito cuidando da horta”.

O peemedebista distribuiu hoje um boletim radiofônico repercutindo um artigo do ex-ministro da pasta, Delfim Neto, no qual critica a arrogância do capitalismo financeiro que levou o mundo a crises nas décadas de 20 e 80 (clique aqui).

O nome de Requião circulou ontem em Brasília como um dos possíveis nomes para a Fazenda, caso a presidenta Dilma Rousseff resolvesse dar uma guinada na política econômica, mas o parlamentar paranaense descarta a possibilidade de dividir a condução da economia com Henrique Meirelles, cotado para o Banco Central (clique aqui).

Tanto Delfin no artigo quanto Requião no áudio (ouça abaixo) pediram para que Dilma faça sua escolha sem a pressa (ou pressão) do “mercado”.

“Tome seu tempo, senhora presidenta. Escolha livremente, com cuidado e segurança, na administração pública, na academia ou mesmo no mercado, o substituto do ilustre ministro Guido Mantega, que pagou um alto preço por sua fidelidade ao partido e ao seu governo”, escreveu o ex-ministro.

Ouça o áudio de Requião:

Comentários encerrados.