7 mil professores de Curitiba entram em greve nesta segunda-feira

Os educadores querem implantação já do Plano de Carreira que está na Câmara Municipal, cujo projeto de lei prevê 27 meses para começar o enquadramento. Ou seja, depois do mandato de Fruet, por volta de 2017.

Os educadores querem implantação já do Plano de Carreira que está na Câmara Municipal, cujo projeto de lei prevê 27 meses para começar o enquadramento. Ou seja, depois do mandato de Fruet, por volta de 2017.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), pela segunda vez neste ano, enfrenta a partir de hoje (11) greve de cerca de 7 mil professores e funcionários de escolas convocada pelo Sismmac (Sindicato Municipal do Magistério de Curitiba). A categoria já havia cruzado os braços em março.

Os educadores querem implantação já do Plano de Carreira que está na Câmara Municipal, cujo projeto de lei prevê 27 meses para começar o enquadramento. Ou seja, depois do mandato de Fruet, por volta de 2017.

O Sismmac convocou os profissionais do magistério para se concentrarem à s 9 horas em frente à  Câmara Municipal. Os grevistas seguirão em passeata até a Prefeitura, no Centro Cívico.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Eu tô com as crianças em casa, e nem faz diferença porque vai pra escola e continuam burrinhas; pelo menos em casa ficam burrinhas e felizes…

    Fosse o prefeito deixava essa gente de greve pra frente, pra que fingir que tem escola? Não tem escola nada, esse povo tudo fede de preguiça…

  2. DA ATÉ PENA DO FRUET…..

    COITADINHO……

    LARGA MÃO DA PREFEITURA E VAI PASSEAR DE BICICLETA NO PARQUE COM O PROF GALDINO !!

    TS TS TS

  3. Quem tinha q ser cobrado era o luciano e não o Gustavo; mas como é ano de eleição…. .Volta REQUIAO antes q o estado quebre,

  4. Taca-lhe pau, professor Galdino 45021.

  5. O prefeito é de um partido trabalhista, a vice é de um partido que se diz dos trabalhadores, é também advogada trabalhista.

    E ao invés de criarem empregos e valorizarem os trabalhadores, eles eliminaram centenas de postos de trabalho no transporte coletivo, ainda causando transtorno aos usuários!

  6. Bando de baderneiro… fazem concurso pra trabalhar 20 horas, estão trabalhando 13 e ainda querem aumento?

    Manda prender os líderes Gustavo…

  7. Até agora não vi nada neste que se diz prefeito. Acho que é o PSDB (des)governando!

  8. E agora petezada, durma com esta!
    E o reiquejão em Ponta Grossa sabado, só tinha meia duzia de gato-pingados, IOI.

  9. ainda bem que curitiba tem uma vice que vale mais que o prefeito para resolver os problemas causados pelo prefeito.