à‰ de perder as contas: publicidade em sites rende nova multa a Beto

via Folha de Londrina

São tantas as multas contra o candidato-governador Beto Richa (PSDB) que está difícil de acompanhar sem se confundir. Só nesse caso propaganda institucional nos sites das empresas públicas já é a segunda; fora os outros casos (Twitter, Facebook, etc.). A campanha ainda nem esquentou e o uso indevido da máquina pública já é uma das marcas da campanha pela reeleição de Richa.

São tantas as multas contra o candidato-governador Beto Richa (PSDB) que está difícil de acompanhar sem se confundir. Só nesse caso propaganda institucional nos sites das empresas públicas já é a segunda; fora os outros casos (Twitter, Facebook, etc.). A campanha ainda nem esquentou e o uso da máquina já é uma das marcas da candidatura pela reeleição de Richa.

A Justiça Eleitoral do Paraná multou duas vezes o candidato à  reeleição ao governo do Estado, Beto Richa (PSDB), por manter propaganda institucional nos sites das empresas públicas Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) e Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), num total de R$ 10,6 mil. As duas decisões provisórias foram proferidas pelo juiz auxiliar Leonardo Castanho Mendes anteontem e ontem e ainda cabem recursos.

As ações foram propostas pela coligação “Paraná Olhando para Frente”, encabeçada pela petista Gleisi Hoffmann. Além dele, também foram multados a candidata a vice, Cida Borghetti (Pros), em R$ 10,6 mil, e os presidentes das companhias Lindolfo Zimmer (Copel) e Fernando Ghignone (Sanepar) em R$ 5,3 mil cada um.

Nos dois casos, a reclamação é a manutenção de propaganda institucional fora do prazo permitido pela legislação eleitoral. Na ação, os autores comprovam que havia conteúdo do gênero mesmo após permitida a campanha, que começou no dia 6 de julho.

A assessoria do candidato tucano afirmou que vai recorrer das ações porque as matérias foram publicadas antes do início da campanha, não estavam na página principal e não há teor de autopromoção do candidato.

Na semana passada, por maioria de votos, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná já havia multado o governador por publicidade institucional irregular na página do governo do Estado na rede social Facebook. Beto e Cida foram multados em R$ 5.320,00, cada um.

Comentários encerrados.