Justiça Eleitoral cassa Jacarezão e Aldnei, prefeitos de Quedas do Iguaçu e Almirante Tamandaré

Justiça eleitoral do Paraná reabriu a temporada de caça esta semana; os prefeitos de Queda do Iguaçu, Jacarezão, e Almirante Tamandaré, Aldnei, foram cassados; ambos podem recorrer, mas se confirmadas as sentenças ficam inelegíveis por oito anos; insegurança jurídica ainda afeta maioria dos municípios em virtude da judicialização da política e das eleições de 2012.

Justiça eleitoral do Paraná reabriu a temporada de caça esta semana; os prefeitos de Queda do Iguaçu, Jacarezão, e Almirante Tamandaré, Aldnei, foram cassados; ambos podem recorrer, mas se confirmadas as sentenças ficam inelegíveis por oito anos; insegurança jurídica ainda afeta maioria dos municípios em virtude da judicialização da política e das eleições de 2012.

O prefeito de Quedas de Iguaçu, Edson Jucemar Hoffmann do Prado (PP), Jacarezão!, teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral sob a acusação de compra de votos nas eleições de 2012. O município fica na região Centro-Sul e o presidente da Câmara, vereador Osni Soares da Silva (PTB), deverá assumir o comando da cidade em 48 horas, de acordo com a decisão judicial.

Quem também perdeu o mandato ontem na Justiça foi o prefeito de Almirante Tamandaré, Aldinei Siqueira (PSD), acusado de formação de caixa 2. Além de perder o mandato, o prefeito da região metropolitana de Curitiba, após decisão transitada em julgado, poderá ficar inelegível por 8 anos. O despacho é da juíza Inês Zarpellon.

A judicialização das eleições de 2012 ainda causa insegurança jurídica em muitos municípios paranaenses e brasileiros. à‰ um horror a intromissão da Justiça Eleitoral na vontade do eleitorado. Têm vários prefeitos e prefeitas que permanecem pendurados na brocha, que podem cair a qualquer momento.

Os prefeitos cassados, tanto Jacarezão quanto Aldnei, ainda podem recorrer em segunda instância.

Comentários encerrados.