Por Esmael Morais

Desembargadores e juízes terão auxílio-moradia de R$ 4 mil no Paraná, diz Alexandre Curi

Publicado em 28/01/2014

Deputado Alexandre Curi, do PMDB, por exclusão, vai relatar projeto que estabelece auxílio-moradia de R$ 4 mil para juízes e desembargadores do Paraná; ele foi o único que aceitou relatar o rabo de foguete! porque os demais parlamentares teriam evitado desgastes com o polêmico tema neste ano eleitoral; segundo o parlamentar, benefício será aprovado porque garante isonomia com os promotores do Ministério Público - que já recebem a ajuda.

Deputado Alexandre Curi, do PMDB, por exclusão, vai relatar projeto que estabelece auxílio-moradia de R$ 4 mil para juízes e desembargadores do Paraná; ele foi o único que aceitou relatar o rabo de foguete! porque os demais parlamentares teriam evitado desgastes com o polêmico tema neste ano eleitoral; segundo o parlamentar, benefício será aprovado porque garante isonomia com os promotores do Ministério Público – que já recebem a ajuda.

O deputado estadual Alexandre Curi (PMDB) será o relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), na Assembleia Legislativa, do polêmico projeto de lei que prevê o pagamento de auxílio-moradia de R$ 4 mil a juízes e desembargadores do Paraná.

Na última sessão do ano de 2013, realizada no dia 18 de dezembro, pressionado pelo judiciário, o presidente da Assembleia, Valdir Rossoni (PSDB), leu a mensagem que cria o benefício que também já é pago aos magistrados em 11 estados.

Curi adianta que dará parecer favorável ao projeto porque, segundo ele, estabelecerá isonomia com o Ministério Público que já recebe o auxílio-moradia estabelecido pela Lei Orgânica da Magistratura.