26 de Maio de 2016
por esmael
17 Comentários

Lewandowski minimiza “pacto” entre ministros do STF e investigados para acabar com a Lava Jato

stf

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, em nota, afirmou nesta quinta (26) que conversas gravadas entre ministros da Corte e políticos golpistas não interferem na imparcialidade da mesma.

“Faz parte da natureza do Poder Judiciário ser aberto e democrático. Magistrados, entre eles os ministros da Suprema Corte, são obrigados, por dever funcional, a ouvir os diversos atores da sociedade que diariamente acorrem aos fóruns e tribunais”, minimizou.

“Tal prática não traz nenhum prejuízo à imparcialidade e equidistância dos fatos que os juízes mantêm quando proferem seus votos e decisões, comprometidos que estão com o estrito cumprimento da Constituição e das leis do País”, completou Lewandowski.

Lewandowski segue a mesma linha adotada pelo ministro Gilmar Mendes segundo qual não viu obstruções do ex-ministro da Planejamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR), nas investigações da Lava Jato.