18 de Maio de 2016
por esmael
18 Comentários

As mulheres que disseram ‘NÃO’ ao projeto ditatorial de Michel Temer

mulheres_temerEmbora o governo ditatorial de Michel Temer tente dourar a pílula, indicando mulheres para o segundo escalão, prevalece a temeridade do machismo no ‘ministério branco’. O primeiro escalão, ao que tudo indica, é coisa de homem, segundo a concepção dos golpistas.

Quatro mulheres não aceitaram se curvar a essa misoginia presente na equipe transitória de Temer. Uma a uma, elas rejeitaram convites para só para cumprir tabela na diretoria da Secretaria Nacional da Cultura, como se cota fossem do autoritarismo instalado no Palácio do Planalto.

A primeira a dizer não a Temer foi a apresentadora Marília Gabriela; em seguida, a consultora cultural Eliane Costa; Cláudia Sousa Leitão e, por último, Bruna Lombardi, completaram a lista de mulheres que disseram “não” ao golpe.