Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

23 de fevereiro de 2016
por esmael
9 Comentários

“Não tem cabimento ter a liderança da oposição e situação”, diz Requião ao defender expurgos no PMDB

O senador Roberto Requião, presidente estadual do PMDB do Paraná, ao Blog do Esmael, afirmou nesta terça-feira (23) que não tem fundamento algum o partido postar-se como oposição e situação, ao mesmo tempo, na Assembleia Legislativa do Paraná.

O dirigente se refere ao fato de os peemedebistas ocuparem, simultaneamente, a liderança da oposição, com o deputado Requião Filho, e a liderança do governo, com o deputado Luiz Cláudio Romanelli.

“Ou os infiéis saem da legenda aproveitando a janela ou serão expulsos depois dela fechada, em 19 de março”, explicou.

Na noite de ontem (22), a executiva estadual do PMDB realizou ao vivo e a cores uma “degola coletiva” de infiéis. A agremiação dissolveu vários diretórios municipais que torceram o nariz ao candidato próprio para marchar com o adversário – no caso o governador Beto Richa (PSDB).

A degola também atingiu ao pescoço do ex-deputado Stephanes Júnior, que ocupa cargo comissionado no governo tucano. Ele presidente da Elejor (Centrais Elétricas do Rio do Jordão S/A) e apoiou a reeleição do governador Beto Richa.

“Eu já defendi Stephanes quatro vezes da expulsão, mas ele é irrecuperável”, disse Requião, que pediu para assinar o pedido de expurgo.

Na próxima segunda-feira, 1º de março, a executiva do PMDB promoverá nova série de “degolas ao vivo”.