10 de Fevereiro de 2014
por esmael
60 Comentários

Quiproquó na volta à s aulas no Paraná

Vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, foi desmentido ao vivo, nesta segunda (10), quando era entrevistado pela RPCTV (Globo); tucano falava sobre as maravilhas das escolas estaduais, das reformas nos prédios, da implantação da hora-atividade e do aumento! de 50% aos professores em três anos; subitamente, ele foi interrompido para a exibição de imagem acerca de um colégio em Foz do Iguaçu, o Carlos Drummond de Andrade, negligenciado pelo governo; Arns culpou a direção pela falta de condições de funcionamento, mas comunidade escolar atribui abandono ao poder público estadual; nesta terça (11), educadores desafiam o governado do PSDB ao implantar na prática os 33% da hora-atividade em todos os 2,1 mil estabelecimentos de ensino, como prevê a Lei do Piso; tucanos perderam o controle e o respeito do funcionalismo público depois de aplicarem sucessivos calotes que somam R$ 100 milhões, segundo a APP-Sindicato.

Vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, foi desmentido ao vivo, nesta segunda (10), quando era entrevistado pela RPCTV (Globo); tucano falava sobre as maravilhas das escolas estaduais, das reformas nos prédios, da implantação da hora-atividade e do aumento! de 50% aos professores em três anos; subitamente, ele foi interrompido para a exibição de imagem acerca de um colégio em Foz do Iguaçu, o Carlos Drummond de Andrade, negligenciado pelo governo; Arns culpou a direção pela falta de condições de funcionamento, mas comunidade escolar atribui abandono ao poder público estadual; nesta terça (11), educadores desafiam o governado do PSDB ao implantar na prática os 33% da hora-atividade em todos os 2,1 mil estabelecimentos de ensino, como prevê a Lei do Piso; tucanos perderam o controle e o respeito do funcionalismo público depois de aplicarem sucessivos calotes que somam R$ 100 milhões, segundo a APP-Sindicato.

Uma cena pra lá de constrangedora na manhã desta segunda-feira (10) quando o vice-governador e secretário de Educação, Flávio Arns (PSDB), era entrevistado no estúdio da RPCTV (Globo). Discorria sobre as “maravilhas” que ele e o governador Beto Richa (PSDB) estavam “fazendo” nas escolas paranaenses. Subitamente, o tucano foi interrompido pela entrevistadora que começou exibir reportagem sobre o abandono do Colégio Estadual Carlos Drummond de Andrade, de Foz do Iguaçu, no Oeste. Leia mais