Richa e Gleisi inauguram Usina Mauá

Adversários em 2014, Richa e Glesi dividem o palanque. Fotos: Roberto Custtódio/Wenderson Araújo.
Adversários em 2014, Richa e Glesi dividem o palanque. Fotos: Roberto Custtódio/Wenderson Araújo.
Daqui a pouco, a partir das 11 horas, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), e o governador Beto Richa (PSDB), participam da inauguração da Usina Hidrelétrica Mauá, localizada entre os municípios de Ortigueira e Telêmaco Borba, a 249 quilômetros de Curitiba.

Gleisi buscará capitalizar politicamente o financiamento da obra com recursos federais. O valor total do investimento foi de R$ 1,45 bilhão (base outubro/2006), sendo R$ 352 milhões de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 352 milhões pelo Banco do Brasil e o restante, R$ 749 milhões, com recursos financeiros próprios dos acionistas.

Composta de cinco unidades geradoras, a hidrelétrica tem 361 megawatts de potência instalada e vai gerar energia para abastecer uma população de três milhões de pessoas.

Em tempo: o senador Roberto Requião (PMDB) diz que foi ele quem mandou construir a Usina Mauá, quando era governador do estado.

Veja também  Gleisi Hoffmann vê "tapetão" no Supremo Tribunal Federal

Comments are closed.