Segundo Requião Filho, esta é a foto da vergonhosa adesão do MDB do Paraná aos cargos no governo Ratinho Junior [favorável ao pedágio e aumento nas tarifas de água e luz].

Requião Filho: O preço das bandeiras de um partido negociado em número de cargos

Google News

Quando os fundamentos e princípios são esquecidos, quem paga é o povo.

Por Requião Filho*

Passamos a convenção do MDB do Paraná avisando sobre a entrega do partido para as mãos do governador. Não adiantou! Entregaram o partido mesmo assim e mostraram, finalmente, de que lado sempre estiveram. Ao lado dos aumentos de água e luz em plena pandemia, ao lado da prorrogação por mais 30 anos de pedágios caros no Estado, ao lado de quem retirou direitos da população, e de quem pouco se importa com os nossos servidores públicos, médicos, enfermeiros, educadores e policiais.

Quando assumiram o partido, tinham um propósito claro para focar apenas nos caciques municipais e deixar de lado a opinião de quem faz o partido na ponta: o povo.

O projeto de futuro para o Paraná nunca foi a principal preocupação deles, apenas a garantia de reeleger alguns nomes da sigla, ou angariar alguns poucos cargos, mesmo que isso represente a traição de seus próprios princípios fundamentais. Porém, quando toma esta atitude, nega sua própria história de luta, de combate, de coragem.

Preferem apoiar um Governo que retira direitos dos professores, aumenta as tarifas de água e luz, que prejudica o agricultor e esquece do pequeno e médio empresário. Não é fonte de preocupação o sofrimento do povo e nem o projeto futuro do nosso Paraná. Representa a traição de seus próprios princípios, de negação de sua história e de como esse partido foi criado.

O MDB do Paraná, velho de guerra, deixou de existir com a saída de Requião. Desapareceu porque agora prefere o status, o poder, a defender a população.

O 15 sempre foi exemplo de combate, de luta, de lado, de enfrentamento aos absurdos praticados por governantes que só sabiam pensar no lucro dos ricos, e na conta a pagar dos pobres. Comida, emprego, renda e dignidade sempre foram bandeiras do partido, esquecidas em algum porão da consciência. O reencontro com os princípios fundamentais quem sabe aconteça no dia em que, lá na frente, eles limpem essa poeira do que realmente um dia importou para o Paraná.

Veja também  Greve dos caminhoneiros fica só na promessa por enquanto

*Requião Filho, advogado, é deputado estadual pelo MDB do Paraná.