Quatro biolabs dos EUA operam na Nigéria, de onde veio a varíola dos macacos, diz Ministério da Defesa da Rússia

Pelo menos quatro laboratórios biológicos controlados pelos EUA operam na Nigéria, de onde veio a varíola, disse o chefe das tropas russas de proteção nuclear, química e biológica, Igor Kirillov, nesta sexta-feira (27/05).

Ele ressaltou que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, a cepa do patógeno da varíola dos macacos foi importada da Nigéria, onde os EUA implantaram sua infraestrutura biológica.

– De acordo com as informações disponíveis, pelo menos quatro biolaboratórios controlados pelos EUA operam na Nigéria – disse Kirillov.

Segundo Kirillov, a esse respeito, é necessário apontar uma “estranha coincidência que exige inspeção adicional por especialistas”.

– De acordo com a mídia europeia e americana, os materiais da Conferência de Segurança de Munique de 2021 (ou seja, em meio à pandemia de COVID-19) mencionaram a prática do cenário de combate à varíola dos macacos – disse o comandante das tropas do NCB.

A informações são da agência russa TASS

Veja também  Datafolha: Lula 48%, Bolsonaro 22%, Moro 9% e Ciro 7%; petista vence no primeiro turno, diz pesquisa