O Antagonista agora é Ciro

► O site extremista está voltando à sua origem bolsonarista pelas mãos terceirizadas de Ciro

Depois de desmilinguir-se pelo apoio cego ao ex-juiz Sergio Moro (União Brasil-SP), o site extremista O Antagonista agora se agarrou ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT). “Um novo fio desencapado”, dizem observadores políticos.

Os Ferreira Gomes – como é conhecida a família de Ciro e Cid Gomes no Ceará – tentam um lugar ao sol na corrida presidencial de 2022, haja vista a dificuldade deles se estabelecem no próprio estado – onde Lula lidera a disputa e Bolsonaro está em segundo lugar.

A direita fez as contas e chegou à conclusão de que Lula não ganhará no primeiro turno se – se somente se – Ciro avançar um pouco mais nas intenções de voto.

O Antagonista, cujo pensamento é macaqueando da Globo, da Veja e da Folha, ainda pensa que André Janones (Avante) precisa continuar no jogo, bem como Simone Tebet (MDB) crescer um pouquinho nas pesquisas.

A luta é para impedir a vitória de Lula no primeiro, qual seja, dar a possibilidade de Bolsonaro ir para o segundo turno.

O diabo é que o eleitorado de Ciro pode pensar diferente do candidato, haja vista o bolsonarismo não ser uma opção para esse setor da sociedade.

Portanto, Ciro Gomes poderá derreter em breve e O Antagonista tomar para si o apelido de “Mick Jagger” que consagrou Bolsonaro.

Aliás, o site extremista está voltando à sua origem bolsonarista pelas mãos terceirizadas de Ciro.

Veja também  PEC Emergencial subiu no telhado do Senado