Angustiado, FHC pede que PSDB ouça “voz das ruas”

do Brasil 247

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso se mostrou angustiado com o PSDB durante evento realizado com os tucanos eleitos em São Paulo nesta quinta-feira. Para ele, principal voz da experiência dentro do partido, é preciso que a sigla ajuste seu discurso com base no que diz a população.

Para ele, o partido deve se abrir aos jovens e à s mulheres e voltar a ouvir a “voz das ruas”, além de falar mais clara à  população. “Precisamos ter seminários para ouvir, chamar as pessoas para que elas nos digam o que elas sentem, o que elas querem, o que precisam e como veem o mundo, para que possamos ajustar o nosso discurso”, afirmou.

De acordo com o ex-presidente, quando um jovem entra no partido dizendo que quer militar no PSDB, ele acredita que o caminho certo seria encaminhá-lo para a rua. “Militar é com a sociedade, na rua, no núcleo de trabalho”, defendeu. Segundo ele, “não se pode mais deixar o partido para o momento da eleição”.

FH também criticou, durante seu discurso, as alianças “tortas” feitas pelo partido, sem viés ideológico. O uso da legenda para satisfazer a vontade de alguns, em vez de decidir o que é melhor para o partido, também foi alvo de críticas do tucano. “Precisamos voltar a deixar a nossa marca”, declarou.

Eleições

Nesta tarde, a Comissão Executiva Nacional do PSDB realiza reunião na sede do partido, em Brasília. O objetivo é avaliar o desempenho da sigla nas eleições municipais e planejar ações para curto prazo.

Segundo o presidente da legenda, deputado federal Sérgio Guerra (PE), “a esta altura já há uma possibilidade grande de ter sobre elas [as eleições] um exame isento e seguro. Vamos, agora, examinar como ficou o partido depois do pleito. E definir, pelo menos do ponto de vista da Executiva, rumos para curto prazo”, disse Guerra.

Veja também  Maia é "cara de pau" por tentar 3º mandato consecutivo, diz presidente de associação de municípios

Na disputa municipal, em outubro, o PSDB elegeu 702 prefeitos !“ entre eles, de quatro de capitais de estado !“ e 5.252 vereadores. Na disputa do segundo turno, foi a sigla que mais obteve saldo positivo, com nove vitórias.

Comments are closed.