Dilma diz que Ciro é misógino e deixa pedetista falando sozinho

Dilma diz que Ciro é misógino e deixa pedetista falando sozinho

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ficou magoado com Dilma Rousseff (PT), que, nas redes sociais, afirmou que a pipa do pedetista não sobe além de um dígito nas pesquisas há quase uma década.

“Ciro Gomes está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular. Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas”, disse a ex-presidenta, em reação a uma futrica do pré-candidato do PDT.

Ciro, por sua vez, apelou contra Dilma. Ele não gostou de ser chamado de mentiroso.

“Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. Uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência. Claro, que estou falando de você, Dilma”, atacou o pré-candidato do PDT.

Dilma, então, respondeu ironizando que só Ciro Gomes é competente. “Este é o pecado de sua enorme presunção. Esta é a sua visão quando se trata de avaliar o resto da humanidade. Mas quando se trata de mulher, sua visão não é só inadequada, é também profundamente misógina.”

“Para além disso, Ciro sistematicamente distorce os fatos. E, nisso, não se difere em nada de Bolsonaro. Ambos adoram quando os alvos de suas agressões reagem. Precisam disso para obter likes e espaço na mídia. É disso que se alimentam”, disse a ex-presidenta.

“Infelizmente para Ciro, encerro esta polêmica estéril por aqui. O Brasil precisa é discutir a gravíssima crise democrática, social, sanitária e econômica em que se encontra.”

Dilma Rousseff disse ainda lamentar ter, em algum momento, dado a Ciro Gomes a sua amizade.

Leia também

Dilma desmente Ciro: ‘ele está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular’

Ensandecidos, bolsonaristas acusam Igreja Católica de comunista; “mito” é vaiado [vídeo]

Como é um dia de trabalho do presidente? [Vídeo]