greca vs ratinho

Greca x Ratinho: cadê a vacina de Curitiba, governador? [vídeo]

  • Muito além das vacinas, tem a questão da eleição 2022

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (MDB), nesta quinta-feira (17/6), cobrou do governador Ratinho Junior (PSD) “respeito a Curitiba” em relação às vacinas.

Greca disse que pediu reparação a Ratinho de uma “discrepância” na distribuição de vacinas.

“Estou pedindo que as vacinas que serão repassadas agora pelo Ministério da Saúde façam a equiparação daquilo que nos é devido e que nós temos perdido por discrepância ou por falha técnica”, afirmou.

“Não estou pedindo nenhum favor, eu peço respeito a Curitiba”, exigiu.

Segundo o prefeito da capital paranaense, um levantamento feito Secretaria Municipal de Saúde detectou que 191 municípios do Paraná receberam proporcionalmente mais doses do que lhes era devido, em detrimento da população da capital, a maior cidade do estado e do sul do Brasil.

“O que nós pedimos é que a proporcionalidade seja restaurada e que nos próximos repartes essa deficiência seja corrigida. Não queremos nem uma dose a mais do que nos é devido.”

“Havendo vacinas, nós vacinamos”, disse Rafael Greca.

Nesta semana, em mais um lance de marketing, o governador Ratinho Junior anunciou a vacinação para os grupos de 40 anos ou mais. No entanto, ele “condicionou” o avanço da imunização à capacidade dos municípios. Ou seja, mesmo sem as doses asseguradas.

No mês passado, o governador já havia usado do mesmo artifício ao estabelecer a vacinação de “domingo a domingo” no estado, porém, a exemplo de agora, não se tinha as vacinas garantidas.

Curitiba está na 11ª posição no recebimento de vacinas, segundo a Prefeitura.

Leia também

Assista ao vídeo de Greca

Repercussão política

Muito além das vacinas, tem a questão da eleição 2022. O prefeito Rafael Greca foi preterido da chapa majoritária de Ratinho Junior, que escolherá para a vice um nome do PP –do deputado Ricardo Barros, líder do governo na Câmara– e apoiará a reeleição do senador Alvaro Dias (Podemos).

Com o fechamento das portas para o prefeito de Curitiba, no bonde de Ratinho, a tendência é Greca cumprir o mandato até o último dia e se aproximar da pré-candidatura Roberto Requião (MDB).

Greca e Requião são amigos de longa data e a mulher do prefeito, Margarita Sansone, é uma entusiasta do apoio do marido ao amigo emedebista.

Em seu Twitter, Requião se solidarizou com Greca: “Greca reclama que Curitiba está sendo discriminada nas vacinas. Por que essa asneira governador rato? Pare de fazer bobagem!” [sic].