requiao voto impresso urna eletronica

Ao vivo: Requião participa de discussão sobre voto impresso na Câmara

Roberto Requião (MDB), pré-candidato ao governo do Paraná, participa nesta segunda-feira (31/5) de audiência pública sobre o voto impresso na Câmara dos Deputados.

A Comissão Especial vai discutir a proposta de emenda à Constituição que pode instituir o voto impresso auditável já nas eleições do ano que vem.

Trata-se da PEC 135/19, da deputada Bia Kicis (PSL-DF), exige a impressão de cédulas em papel na votação e na apuração de eleições, plebiscitos e referendos no Brasil.

Leia também

Voto impresso – comissão especial ao vivo

Audiência Pública com os convidados (confirmados):

  • ex-Senador Roberto Requião;
  • Vereadora Janete Capiberibe e ex-Deputada Federal;
  • Procurador Felipe Marcelo Gimenez, da Procuradoria-Geral do Estado do Mato Grosso do Sul; e
  • Samara Castro, advogada especialista em Direito Eleitoral e Vice-Presidente da Comissão de Proteção de Dados e Privacidade da OAB/RJ.

Requião foi autor da proposta no Senado

Em 2001, Requião apresentou no Senado uma nova versão da urna eletrônica, que continha uma máquina impressora. O sistema apresentado pelo senador permitia a recontagem de votos em cédulas de papel, se houvesse suspeita de fraude.

Na época, há 20 anos, Requião mostrou o novo equipamento ao então presidente do PDT, Leonel Brizola, que o acompanhou a um encontro com o presidente do TSE, ministro Nelson Jobim, para discutir a urna “antifraude”.