arilson chiorato

3ª onda da Covid-19 com vacina é inaceitável, por Arilson Chiorato

Por Arilson Chiorato*

Cientistas falam em 3ª onda da COVID-19 e o mais revoltante é que a maioria da população brasileira já poderia estar imunizada, mas para isso precisaríamos de Governos comprometidos com o povo. A recusa à aquisição de vacinas foi aconteceu insistentemente, tanto por parte do Governo Federal, quanto Estadual.

Considero inaceitável uma terceira onda do aumento de casos enquanto já temos diversas vacinas à disposição, se a vacina fosse uma prioridade, não viveríamos novamente essa situação tão triste que é a falta de leitos. São recorrentes as mensagens e ligações que recebo de pessoas desoladas porque não conseguem leitos para seus familiares. A situação que estamos vivendo pode ser considerada ainda mais grave porque as vacinas estão à disposição, não faz sentido que o povo brasileiro continue morrendo e sofrendo quando há alternativa.

A irresponsabilidade se torna maior nessa situação, pois tanto as vidas das pessoas, quanto a economia poderiam ser poupadas com vacinação em massa. O que vemos é uma propaganda enganosa do Governo do Estado afirmando que está vacinando de “domingo a domingo”, quando sabemos que há falta de vacina e vemos as cidades suspendendo a vacinação por falta de doses de imunizante.

Leia também

O clima frio nesse período também não contribui, pois potencializa a disseminação do vírus. Hoje o Paraná conta a maior fila de espera por atendimento, além de ser o estado com o maior índice de transmissão da doença. Portanto, percebemos o quanto as milhões de doses de vacina rejeitadas pelo governador Ratinho Junior teriam sido fundamentais para o combate à COVID-19.

Enquanto isso vemos diariamente pessoas próximas ou conhecidas sendo vítimas mortais deste vírus. A situação que vivemos tem responsável, não podemos aceitar a narrativa de que chegamos até aqui apenas pela alta transmissibilidade e letalidade do vírus. Pois, não houve política efetiva de combate à pandemia, a gravidade do vírus é realidade no Brasil e em outros países, porém, outros países já estão “voltando à normalidade”. A vacinação em massa é o que faz com que a população de outros países possam retomar suas vidas.

A CPI da Pandemia está provando que o Governo Federal não é apenas ineficiente no combate à pandemia, mas que atua contrariamente as necessidades dos brasileiros e brasileiras. O Brasil está a beira do abismo, com o aumento da desigualdade social, a fome, as centenas de milhares de mortes pela COVID-19 e as empresas que estão fechando as portas por falta de VACINA! Poderíamos ser exemplo para o mundo todo, temos o maior sistema de Saúde Pública, descentralizado e ramificado com alcance em todos os cantos do país. Mas para que pudéssemos ser modelo, teríamos que ter um presidente comprometido com a vida das pessoas e com o Brasil, o que infelizmente não temos. Aliás, além disso, no Paraná, temos um Governador que segue a cartilha adotada pelo Governo Federal, que sequer é capaz de se levantar contra a barbárie.

*Arilson Chiorato é Deputado Estadual, Presidente do PT – Paraná e Mestre em Gestão Urbana pela PUC-PR.