fora ministro educacao chile raul figueroa

Sindicato de Professores exige renúncia do ministro da Educação do Chile: “Ele não percebe seu fracasso retumbante”

  • Por falta de “empatia”, professores chilenos pedem renúncia do ministro da Educação

O presidente do Sindicato de Professores e Professores do Chile, Carlos Díaz Marchant, exigiu a renúncia imediata de Raúl Figueroa como Ministro da Educação, acusando-o de um “fracasso retumbante” e que “a grande mensagem que ele transmite hoje, com mais de 9 mil casos, é que quando estivermos na Fase 2, as crianças terão que ir para a aula novamente”.

“A grande mensagem que o Ministro da Educação passou hoje, com mais de 9 mil casos de infecções, é que quando estivermos na Fase 2 voltaremos às aulas presenciais”, disse o líder dos professores.

“O ministro não liga se as crianças vão ou não para a escola, a única coisa que o preocupa é que sejam abertas, embora saiba que ninguém vai. Por isso, para o bem das crianças de nosso país, para ouvir as comunidades escolares, para o bem da educação chilena, exigimos a renúncia do ministro da Educação Raúl Figueroa”, acrescentou.

Leia também

Em um vídeo, Díaz Marchant afirmou que “o ministro deu uma entrevista onde mostra o quanto está perdido sem conhecer a realidade do país e que não se responsabiliza pelo fracasso absoluto dessa volta para enfrentar as aulas presenciais.”

“Estamos perante um ministro que não se encarrega de tudo o que sofre cada chileno com esta pandemia que nos atinge, particularmente hoje que temos mais de 9 mil infecções”, acrescentou o presidente do Sindicato.

Carlos Díaz encerrou afirmando que “restam apenas 87 leitos de UTI na Região Metropolitana e o ministro Figueroa não percebe, obrigando os professores a frequentarem as escolas para fazerem aulas de telemática, pois podem fazê-las em casa. Diante dessa insensibilidade para entender o que o outro sofre, exigimos a renúncia do ministro da Educação”.

Assista ao vídeo do presidente do Sindicato dos Professores:

As informações são do site El Desconsierto, do Chile.