Piada pronta: Doria processa humorista Diogo Portugal [vídeo]

O humorista Diogo Portugal, de Curitiba, foi processado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por contar piadas sobre o tucano no YouTube.

Numa decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, do dia 26 de março, o humorista foi obrigado a retirar trechos de vídeos em que cita o tucano de todos os canais que possui em diversas redes sociais.

Portugal disse que cumpriu a ordem judicial, do desembargador Rômulo Russo, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. O humorista curitibano disse que recorreu da decisão.

Em vídeo publicado, Diogo Portugal avaliou o processo uma “piada” pronta.

“Eu não posso fazer piada, meu trabalho”, criticou. “Mas faço uma observação: a gestão dele é uma piada, mas não estou processando ele [Doria]”, disse.

“Eu não concordo com a decisão, isso cria um obstáculo para as atividades humorísticas e é prejudicial inclusive para a sociedade”.

Segundo o humorista, João Doria pediu para tirar os trechos da piada. “Ou seja, logo não tem piada. Perde a graça”, afirmou.

Diogo Portugal aproveitou o vídeo para criticar a fake news de João Doria no caso ButanVac.

O governador anunciou o imunizante como 100% fabricado no Instituto Butantan, no entanto, a vacina será importada dos Estados Unidos.

O humorista disse que Doria pediu segredo de justiça, não podia falar porque estava sob censura, mas aí seu advogado quebrou o segredo de Justiça.

“Um cara que é tão bom de marketing não querer que saibam o que ele fez isso [processá-lo]”, disse.

Diogo Portugal comparou o caso do processo contra ele com a vacina da ButanVac, vendida como 100% nacional.

“Só que aí depois a gente vê era fabricada nos Estados Unidos. Entendeu? Mas não era para a gente saber disso… Era segredo de justiça”, ironizou.

Assista ao vídeo:

LEIA TAMBÉM
Lula cobra auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia; Bolsonaro oferece R$ 150

Auxílio emergencial pode ser consultado a partir de hoje

Em live, Lula humilhou o presidente Bolsonaro. Saiba por quê