Lula entrevista

Em live, Lula humilhou o presidente Bolsonaro. Saiba por quê

A live do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta quinta-feira (1º de abril), com o jornalista Reinaldo Azevedo, no programa O É da Coisa, da BandNews, foi uma humilhação para o presidente Jair Bolsonaro em termos de audiência.

Pode parecer pleonasmo, mas o presidente Bolsonaro voltou a mentir no Dia da Mentira –embora sua audiência na live semanal tenha sido 20 vezes menor que a do petista.

Enquanto Lula descia o relho no inquilino do Palácio do Planalto, este fazia o que fez quase 3 mil vezes desde que assumiu o cargo em 1º de janeiro de 2019: mentir.

“Deixe de ser ignorante, presidente. […] Feche a boca, Bolsonaro. Se for para continuar falando bobagem, melhor não falar. Ouça a ciência”, disparou Lula.

Em sua transmissão, com audiência vinte vezes menor, Bolsonaro por sua vez dizia [mentira] que só adquire vacinas aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e distorceu informações sobre decretos de governadores na pandemia de covid-19.

LEIA TAMBÉM
Íntegra da entrevista de Lula a Reinaldo Azevedo – O É da Coisa [vídeo]

“E queria mandar mais um recado ao Bolsonaro, porque nunca conversei com ele: feche a boca, Bolsonaro. Se for pra continuar falando bobagem, melhor não falar. Ouça a ciência”, recomendou Lula de outro lado.

Em termos de audiência nas lives, Lula goleou por 20 a 1 Bolsonaro. O placar foi digno de final de Copa do Mundo. Humilhou, portanto.

Como bobagem pouca é bobagem, mesmo no Dia da Mentira, Bolsonaro retomou a defesa da cloroquina no tratamento precoce. As autoridades sanitárias dizem que esse medicamento é ineficaz no combate à doença pandêmica.

“São 320 mil mortos no Brasil. Somente ontem morreram quase 4 mil pessoas vítimas do covid19”, frisou Lula. “Queria expressar minha solidariedade à família dessas pessoas e aos profissionais da saúde que estão na linha de frente” disse Lula, na entrevista.

A live do ex-presidente Lula, na íntegra, também foi transmitida ao vivo no canal aberto do jornal da Band TV –rompendo a bolha da censura imposta ao petista nos últimos cinco anos.