protesto curitiba pro covid

Confusão na manifestação pró-Covid em Curitiba

Deu ruim na manifestação pró-Covid realizada este domingo (11/4) em Curitiba –a “Marcha da Morte“. Apenas vinte pessoas participaram do protesto contra o STF e a favor o vírus.

Em uma passeata pelo centro da capital paranaense, faltou gente para segurar as faixas. Aí que começou um bate-boca entre os presentes.

‘Segura você!’, respondeu um dos manifestantes fardado com a camisa amarela da Seleção Brasileira. Ele foi intimado pela organização a transportar uma faixa com os dizeres ‘Cloroquina, sim, vacina não’.

Tirando esse momento confuso, as manifestações de hoje foram um fiasco em todo o país.

Leia também

Movimentos de extrema direita tentaram pegar carona na carraspana entre o Supremo e igrejas para realizar um protesto em apoio ao negacionismo do presidente Jair Bolsonaro. Deu errado, bateu na trave.

A pauta andou e o mundo político discute agora a instalação de uma CPI da Covid no Senado.

Em termos jurídicos, dir-se-ia que a manifestação bolsonarista de hoje precluiu.

Um colaborador do Blog do Esmael, que fotografou o fracasso do evento bolsonarista, pró-covid, afirmou que sentiu vergonha alheia.

Apenas 20 pessoas passaram vergonha numa marcha pelo centro de Curitiba. Vinte.