Requião desafia Malafaia a mostrar exame positivo da Covid-19

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), desconfiado, pediu neste domingo (28/3) que o pastor Silas Malafaia mostre o exame que deu positivo para Covid-19.

“Seria de bom alvitre e que o Malafaia expusesse publicamente o laudo do exame que revelou sua contaminação pelo COVID”, disse Requião.

Para o emedebista paranaense, se Malafia não mostrar o exame, “pode ficar a impressão de que é mais um show para desviar atenção do tratamento sério.”

Em suas redes sociais, Silas Malafaia está usando a suposta infecção pela covid para fazer propaganda do tratamento precoce com medicamentos ineficazes.

Se oooo pastor bolsonarista não mostrar o laudo positivo vai parecer que ele apenas está fazendo ‘merchandising’ contra a ciência e a favor do negacionismo do presidente Jair Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Notícias ao vivo da Covid: 38% dos pacientes morreram sem chegar ao leito da UTI

Notícias ao vivo do Cemitério: Brasil tem 3.438 mortes nas últimas 24 horas

Pela direita, Ciro Gomes sonha polarizar com o presidente Jair Bolsonaro em 2022

Requião x Malafaia

Há um mês, Malafaia e Requião trocaram sopapos nas redes sociais depois que o ex-senador publicou o seguinte tuíte: “Malafaia reúne 1200 pessoas em Curitiba, enquanto sistema de saúde está no caos. Incompetência de governantes causam horror. Mantenha o isolamento, cuide-se.”

Malafaia negou que tivesse aglomerado em Curitiba e xingou Requião de “falastrão”, “linguarudo” e “perseguidor”.

“Bobalhão e preconceituoso contra religioso”, disse. “Nós vamos dar resposta quando você for candidato a senador e governador”, ameaçou Malafaia.

O ex-senador Roberto Requião então publicou um vídeo chamando o pastor Silas Malafaia de “bandido” e pediu para o religioso ir para o “inferno”.

No entanto, o intenso bate-boca não impediu que Roberto Requião desejasse neste sábado (27/3) pronto restabelecimento ao religioso. O chefe da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que supostamente testou positivo para Covid-19.