Malafaia com Covid-19 solta fogo pelas ventas

  • “Que o filhote do capeta não venha a óbito sem antes encontrar sua rola!”, diz Requião ao religioso bolsonarista

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) recentemente bateu boca com o pastor Silas Malafaia, no entanto, isso não impediu que o político paranaense desejasse pronto restabelecimento ao religioso. O chefe da Assembleia de Deus Vitória em Cristo testou positivo para Covid-19.

Há um mês, Malafaia e Requião trocaram sopapos nas redes sociais depois que o ex-senador publicou o seguinte tuíte: “Malafaia reúne 1200 pessoas em Curitiba, enquanto sistema de saúde está no caos. Incompetência de governantes causam horror. Mantenha o isolamento, cuide-se.”

Malafaia negou que tivesse aglomerado em Curitiba e xingou Requião de “falastrão”, “linguarudo” e “perseguidor”.

“Bobalhão e preconceituoso contra religioso”, disse. “Nós vamos dar resposta quando você for candidato a senador e governador”, ameaçou Malafaia.

O ex-senador Roberto Requião então publicou um vídeo chamando o pastor Silas Malafaia de “bandido” e pediu para o religioso ir para o “inferno”.

“Você vai conviver, depois da morte, no inferno pelo que está fazendo de errado no Paraná”, reagiu Requião, após o pastor atacá-lo [veja vídeo abaixo].

O mundo gira, a lusitana roda.

Neste sábado (27/3), Requião desejou melhoras ao “inimigo” virtual conquistado nesses tempos de Bolsonaro e pandemia.

“Malafaia e sua senhora foram acometidos pelo COVID. Malafaia, nessa fase nossos hospitais e o conhecimento médico tem recursos comprovados, inclusive plasma de já contaminados. Desejo suas melhoras, com os recursos garantidos que a ciência desenvolveu até agora”, disse o paranaense, para então ironizar o religioso bolsonarista: “O coisa ruim, o Belzebu, o diabo o contaminou com o COVID-19. Oremos por ele, que fique logo bom, se Deus assim quiser.”

Malafaia cancela encontro com Bolsonaro

Por causa do teste positivo para a covid-19, o pastor Silas Malafaia cancelou um encontro que ele teria na segunda-feira (29/3) com o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília.

Mesmo contaminado, Malafia defendeu o tratamento precoce. Ele também soltou fogo pelas ventas. Mostrou-se irritadiço sobretudo com a Globo.

“Que o filhote do capeta não venha a óbito sem antes encontrar sua rola! Oremos, que assim seja se Deus quiser!”, perdeu a paciência Requião.

Assista ao vídeo de Malafaia