Lula diz que ‘Brasil era mais feliz’ na época dos governos do PT

Aos poucos, os ex-presidente Lula vai se soltando mais na política de olho em 2022. Nos últimos dias, por exemplo, o petista tem comparado os governos do PT com o desastre promovido por Jair Bolsonaro.

Pode até parecer covardia comparar a era petista com a atual, período do negacionismo e do Capitão Cloroquina. No entanto, a comparação é o método politicamente mais letal para o bolsonarismo.

Mexendo nos álbuns de fotografia, nesta semana, Lula resgatou a visita que ele e sua sucessora Dilma Rousseff fizeram, há 10 anos, à fábrica da Fiat, em Sorocaba (SP).

“Era outro Brasil. Bem mais feliz”, registrou um nostálgico Lula.

“No meu governo vendíamos 4 milhões de carros por ano. Hoje vendemos só 2 milhões. Ou seja, metade do que vendíamos há 13 anos”, disse na semana passada ao jornalista Luis Nassif, do GGN.

“[Hoje] Massa salarial menor, PIB menor, desemprego. E esse governo vendendo todo nosso patrimônio, que é a única coisa que eles sabem fazer”, comparou.

Além de remeter à ideia de que o país tinha emprego, renda e produção, o ex-presidente Lula tem sido recorrente a postagens sobre os preços dos combustíveis. Ele pede para que os brasileiros comparem os preços atuais da gasolina, diesel e gás de cozinha com a época dos governos do PT.

“Eu aprovei o estatuto do desarmamento e o Bolsonaro faz o contrário. Quer voltar ao Velho Oeste”, critica o ex-presidente Lula, abrindo outro front de polarização.

De olho no Palácio do Planalto, em 2022, Lula tem repetido como um mantra que “outro Brasil é possível”. Oremos, pois.