Geringonça 2022: Renato Mocellin, do PV, será o entrevistado desta quarta às 19h

Renato Mocellin, o Professor Mocellin, será o entrevistado do Blog do Esmael às 19h desta quarta-feira (24/3) sobre a formação da Geringonça Paranaense em 2022 –movimento suprapartidário de enfrentamento da covid-19 e de busca uma alternativa política para o governo do estado e ao presidente Jair Bolsonaro em 2022.

Formado em Direito, História e Estudos Sociais e com mestrado em Educação pela UFPR, Professor Mocellin atualmente leciona a disciplina de História no Curso Pré-Vestibular da Positivo.

Nas eleições de 2020, Professor Mocellin disputou a Prefeitura de Curitiba pelo Partido Verde (PV).

A entrevista de hoje é preparatória para a super live da ‘Geringonça Paranaense’ na próxima segunda-feira, 29 de março, Aniversário de 328 anos de Curitiba.

Aguarde para assistir ao vivo [acione o lembrete]

Sobre a Geringonça

Antes de mais nada, uma rápida explicação do termo “Geringonça”. Trata-se do nome dado à exitosa aliança de esquerda que governa Portugal desde 2015 e que retomou a economia naquele país.

A formação da Geringonça 2022 foi proposta do ex-senador Roberto Requião (MDB), que também levou essa ideia ao plano nacional.

O que une lideranças da sociedade civil e partidos políticos, de maneira plural e suprapartidária, é a luta comum contra a covid-19 e por um plano de futuro para o Paraná e o Brasil. Em síntese, um movimento que questiona a apatia dos governos Ratinho Junior e Jair Bolsonaro.

Dentre os convidados para a super live estão líderes do MDB, PT, PSB, PV, PSDB e PDT.

Na próxima rodada, ainda não definida, outras agremiações partidárias e entidades da sociedade civil serão agasalhadas na Geringonça –uma experiência paranaense que pode inspirar o Brasil em 2022.

LEIA TAMBÉM
‘Geringonça Paranaense’ organiza super live na próxima segunda-feira, 29 de março

“Geringonça” reúne PT, MDB, PSDB e PDT numa frente progressista no Paraná

Live em defesa da vida reúne centrais sindicais e fórum dos governadores

STF reconhece suspeição de Sergio Moro [vídeo]