“Geringonça” reúne PT, MDB, PSDB e PDT numa frente progressista no Paraná

Lideranças políticas do Paraná estão formando uma “Geringonça” –frente de oposição progressista e democrática– com PT, MDB, PSDB e PDT. Novas legendas deverão engrossar o caldo desse movimento nos próximos dias.

O primeiro teste deste “Geringonça” será a realização de uma live suprapartidária no próximo dia 29 de Março, data escolhida a dedo por ser aniversário de 328 anos de Curitiba.

A live é o coroamento de um projeto que consiste na apresentação de alternativas aos modelos de governos de Ratinho Junior (PSD), no Paraná, e do presidente Jair Bolsonaro, em âmbito nacional.

Antes de discutir nomes para a disputa do Palácio Iguaçu (sede do governo do Paraná) ou do Palácio do Planalto (sede do governo federal), a “Geringonça” paranaense pretende levantar um “guarda-chuva” com cinco ou seis propostas em contraposição a Bolsonaro e Ratinho.

Em síntese, a “Geringonça” será uma resposta paranaense à aliança negacionista entre Bolsonaro e Ratinho.

O Blog do Esmael foi convidado para gerar as imagens dessa live, no próximo dia 29 de Março, cujo modelo da “Geringonça” poderá servir de exemplo para agremiações progressistas e democráticas em todo o País.

“Geringonça” é nome da exitosa aliança de esquerda que governa Portugal desde 2015 e que retomou a economia naquele país.

LEIA TAMBÉM
“Curitiba já é epicentro global da pandemia”, afirma cientista Lucas Ferrante [vídeo]

Vacinado, Requião agora planeja disputar o governo do Paraná em 2022

“Geringonça” da Frente de Esquerda vai disputar as eleições presidenciais de 2022