Gilmar Mendes: atrasos na importação de vacinas são intoleráveis

Compartilhe agora

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo Twitter, criticou o presidente Jair Bolsonaro por sabotar o plano nacional de vacinação.

Para o magistrado da corte máxima, Bolsonaro resiste à aquisição do imunizante e isso já ultrapassou a linha do tolerável.

“Os atrasos e recalcitrâncias na importação das vacinas já passam do tolerável”, disse Gilmar, que comparou a lentidão do Brasil com os países Sul-Americanos. “Países vizinhos já estão iniciando a imunização.”

Para o ministro do STF, estabelecer um cronograma de vacinação é medida urgente a ser tomada pelo governo brasileiro.

“A ignorância não pode prevalecer sobre a ciência”, disparou Gilmar Mendes, mirando o presidente Jair Bolsonaro.

O inquilino do Palácio do Planalto tem feito campanha aberta contra a vacinação e, contrariando autoridades sanitárias, insiste na aglomeração em um momento que a covid-19 avança no País.

O Brasil tem 195.805 mortes e 7.719.314 casos confirmados de coronavírus no Brasil até as 13h deste domingo (3).

Gilmar Mendes só faltou dizer o que precisa dizer: impeachment já!