Bolsonaro planeja enterrar o impeachment daqui a dois dias

Compartilhe agora

A eleição na Câmara, daqui a dois dias, poderá significar o enterro da possibilidade do impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Se o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não disparar a ‘bala de prata‘ o parlamento cairá nas mãos de Bolsonaro.

É o presidente da Câmara quem admite a abertura do impeachment do presidente da República.

Foram protocolados 62 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Até agora, a 48h da eleição na Câmara, nenhum foi admitido ainda.

Além de enterrar o impeachment, controlar o Congresso também representará o controle da pauta legislativa do País.

Se vencer o candidato de Bolsonaro, o deputado Arthur Lira (PP-AL), assistiremos ao retrocesso na agenda: aborto, armas de fogo, escola sem partido, etc., enquanto os bancos continuarão a comandar a economia e promover o desemprego no país.