Para segurar Boulos, Covas promete pagar auxílio emergencial de R$ 100 em dezembro

O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), prometeu na quarta-feira (25) que a a Prefeitura de São Paulo vai pagar um auxílio municipal de R$ 100,00 (cem reais) no início de dezembro, em parcela única, via contas dos beneficiários na Caixa Econômica Federal.

A proposta foi feita pelo vereador Eduardo Suplicy (PT), de São Paulo, no início da pandemia de Covid-19 e sancionada por Covas às vésperas das eleições deste domingo.

De acordo com Covas, o auxílio emergencial deve contemplar pessoas de baixa renda cadastradas no Bolsa Família e trabalhadores ambulantes da cidade. “Um milhão de pessoas vão receber aqui na cidade de São Paulo os 300 reais por conta desta legislação aprovada no começo de novembro na Câmara Municipal”, afirmou.

Guilherme Boulos (PSOL) classificou a iniciativa do prefeito como eleitoreira e um sinal de desespero de Covas.

LEIA TAMBÉM SOBRE AS ELEIÇÕES EM SÃO PAULO:

Boulos ganha 9 pontos em uma semana e se aproxima de Covas, diz pesquisa XP/Ipespe

Na reta final, Boulos reduz diferença para Covas, aponta Ibope

Boulos suspeita de manipulação política de dados sobre a pandemia em São Paulo