Boulos prevê virada em São Paulo

Compartilhe agora

O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, previu neste sábado (28) uma virada na eleição do segundo turno amanhã, domingo (29).

Boulos lembrou da eleição de 1988, há 32 anos, quando sua atual vice, Luiza Erundina, surpreendeu a todos vencendo uma eleição improvável na época.

“Aconteceu com Erundina em 88, vai acontecer de novo amanhã”, disse Boulos nas redes sociais.

O candidato do PSOL afirmou que o retrospecto da mudança é favorável na eleição deste domingo.

“No 1º turno, as pesquisas na véspera nos mostravam empatados em segundo lugar. Terminamos com 20% dos votos, a 7 pontos de França e com o dobro de Russomanno”, escreveu no Twitter.

“A esperança vai vencer e vamos virar o jogo em SP!”, vibrou Guilherme Boulos.

O candidato do PSOL aposta nas redes sociais para virar em SP.

“Sabia que 12% dos eleitores DECIDIRAM o voto NO DIA DA ELEIÇÃO em 2018? E que as REDES SOCIAIS influenciam o voto de 45% da população?”, questionou no Twitter.

Boulos tem torcida dentre e fora de SP

Até o sobrinho do ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), João Arruda (MDB), “comunistou” na véspera do segundo turno. Pelas redes sociais, ele disse hoje (28) que “Se fosse paulista, sem titubear votaria no Boulos para enfrentar o preconceito, o medo, e o individualismo obscuro dos ignorantes.”

Em 2016, Arruda contrariou a orientação do tio e votou na Câmara pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT). No entanto, em 2020, ele jurou ao Blog do Esmael que se arrependeu pelo apoio dado ao golpe.

No Paraná, o sobrinho de Requião deu início a um movimento com o PT pelo “Fora Bolsonaro” e “Fora Ratinho” [governador do estado].

Confira as pesquisas de véspera de segundo turno em SP, Rio, Recife e Vitória

Boca de urna: Datafolha divulga pesquisa neste sábado e aponta vantagem de Covas

2020 teve as eleições mais censuradas da história do País