Dilma participa hoje de comício virtual do PT em Curitiba

Compartilhe agora

A ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) vai entrar nesta segunda-feira, 5 de outubro, na campanha do candidato do partido à Prefeitura de Curitiba, Paulo Opuszka.

No fim de semana, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participou do lançamento oficial da campanha do candidato petista no bairro operário CIC –o mais populoso e considerado o berço da legenda na capital paranaense.

Opuszka e Dilma prometem debater virtualmente, a partir das 19hh, os retrocessos do país nesses tempos de Jair Bolsonaro e de pandemia.

Segundo o candidato petista em Curitiba, o comício com Dilma será sobre os rumos da democracia brasileira e as perdas de direitos que o país vem assistindo desde 2014.

A live petista acontecerá hoje às 19h e será transmitida pelos canais de Opuszka e Dilma no Facebook.

Requião em disputa

Enquanto o PT aposta na prata da casa, isto é, em Dilma, para projetar seu candidato a prefeito em Curitiba, o MDB curitibano esconde o ex-senador Roberto Requião.

No primeiro e talvez único debate na TV, promovido pela Band, o candidato emedebista João Arruda sequer deu “boa noite” para o tio.

A ferida aberta pelo voto do sobrinho no impeachment de Dilma, em 2016, ainda não cicatrizou.

Requião foi um dos coordenadores, no Senado, da resistência ao golpe que derrubou a presidenta.

Questões paroquiais

Em suas redes sociais, João Arruda prefere falar sobre a cidade a discutir questões ideológicas como sugere seu tio.

“As obras de Curitiba só têm começo, não têm fim. O objetivo é eleitoral, sem estudo de impacto que mantenham os bairros habitáveis. Nesta manhã, visito alguns buracos e proponho saídas”, escreveu no Twitter o candidato do MDB.

Greca x Opuszka

Por sua vez, Requião disse que espera de um candidato que seja merecedor de seu voto críticas à privatização da informática e dos privilégios para as empresas de transporte coletivo em Curitiba.

Ao analisar o debate da Band, na última quinta-feira (1º), Roberto Requião disse que foi uma “batida de chuchu com açúcar”, sem gosto algum, sem consistência.

O candidato do PT, Paulo Opuszka, e o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), por paradoxal que possa parecer, estão disputando o voto de Requião.