Requião critica operação da PF contra Wellington Dias: “Aplique-se a lei aos autores do espetáculo policial”

Publicado em 27 julho, 2020

O ex-senador do Paraná, Roberto Requião (MDB), criticou nesta segunda-feira (27) a operação da Polícia Federal (PF) contra o governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

Em publicação no Twitter, Requião afirmou que imaginar Dias envolvido em corrupção é “impossível” e defendeu a aplicação da Lei de Abuso de Autoridade “aos autores do espetáculo policial”.

.

“Convivi, no Senado,por muitos anos ,com o governador Welington, do Piauí. Por sua postura e atitudes ,imagina-lo envolvido em corrupção é impossivel.Sou favorável ao combate a corrupção, mas relatei a Lei de abuso de poder. Aplique-se a lei aos autores do espetáculo policial”, escreveu o ex-senador emedebista na rede social.

Na manhã desta segunda-feira, a PF realizou buscas na casa do governador Wellington Dias e da primeira-dama, Rejane Dias, em Teresina. O gabinete de Rejane, que é deputada federal pelo PT do Piauí, também foi um dos alvos da operação em Brasília. A primeira-dama já foi titular da secretaria de Educação do estado, foco da investigação que motivou as buscas.

.

LEIA TAMBÉM
Em nota, PT diz que operação policial no Piauí é abuso de autoridade

O pacto das elites e o fracasso das esquerdas

Thammy Miranda é contratado pela Natura para campanha do Dia dos Pais; bolsonaristas surtam nas redes

.

De acordo com a PF, as ações fazem parte da terceira fase da Operação Topique, que investiga desvios que chegam a R$ 50 milhões na Educação piauiense.